Quem é Talita Gress

Conheça a mulher que escreve sobre finanças e produtividade no Blog.

Quem é Talita Gress

Conheça a mulher que escreve sobre finanças e produtividade no Blog.

Olá, me chamo Talita, gaúcha de 24 anos.

Atualmente, faço faculdade de Direito na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Aliás, essa foi a minha primeira grande meta de vida: ser a primeira pessoa da minha família a entrar numa universidade pública. Foi com essa vontade que eu descobri que eu era boa com metas, que tinha foco e muita força de vontade para conquistar meus sonhos.

Embora eu não pensasse em investimentos naquela época, a questão financeira foi o que mais me motivou a tentar uma vaga em universidade pública. É que dinheiro sempre foi algo escasso dentro da minha casa, então pagar para estudar era algo fora de cogitação.

Não faltava dinheiro só para estudar, não! Lembro das discussões dos meus pais sobre (a falta de) dinheiro para a comida do mês desde pequena. Na verdade, a primeira lembrança que eu tenho em relação a palavra dinheiro é eu, com 6 anos, entregando algumas moedas para meu pai completar o valor do rancho para ver se a discussão cessava.

Depois, a questão financeira até melhorou um pouco, mas continuei pensando em ter meu próprio dinheiro. Como eu não ganhava mesada (meus pais eram totalmente contra essa técnica), passei a criar técnicas próprias: aos 8 eu vendia meus desenhos na escola, aos dez eu vendia adesivos e, em casa, fazia fivela para calçados (até comprei meu material escolar todinho com o dinheiro das fivelas!).

Embora eu gostasse de ganhar dinheiro, eu não tinha nenhum sonho a ser conquistado, não desejava nenhuma boneca da moda nem nada do tipo. Tudo mudou no ensino médio. Decidi que seria juíza (meu desejo de mandar em todo mundo? Talvez) e, para isso, precisava ir para a faculdade de direito. Fiz as contas: a mensalidade da faculdade era o mesmo que meu pai ganhava POR MÊS! Financiamento estudantil para sair com um canudo numa mão e uma dívida na outra? Jamais!

Fui para a universidade pública e logo descobri que esse é o jeito mais caro de se estudar de graça. Como a UFRGS fica a 40km da minha casa e as aulas começam às 7h30min da matina, tinha que acordar às 4h30min da madrugada para ir de van, trabalhar pela tarde e chegar em casa, após umas 2h de transporte público, morta de cansaço. Foi nesse período que criei a habilidade de dormir em pé, aliás.  

Depois de muitas coisas, desde meu namorado passar na UFRGS estudando em casa com meu auxílio até ele descobrir dois tumores malígnos (aka câncer), fiz as contas, olhei minha reserva de emergência (já tinha olhado os vídeos do me poupe) e decidi que o melhor seria morar em Porto Alegre, pagando aluguel e todas as demais contas da vida adulta, com meu dinheiro de estágio (sem ajuda de ninguém mesmo).

Na prática, a escolha foi mais libertadora do que pensei. Meus amigos começaram a perceber que eu era boa com esse negócio de finanças e que eu fazia umas coisas meio difíceis, tipo acordar às 5 da manhã para correr. Passei a auxiliar algumas pessoas que me pediram ajuda e me inscrevi no curso de finanças da Nathália Arcuri. Iniciei uma jornada e fiz esse blog para compartilhar dicas com vocês, afinal, enriquecer sozinha não tem graça! 

© 2020 Viver de Renda | Por Talita Gress
Todos os direitos reservados.

© 2020 Viver de Renda | Por Talita Gress | Todos os direitos reservados.